• DNIT

Boletim 09 Fevereiro | Noite

Retenção no trecho próximo a Serra de Moraes na BR-163/PA nesta sexta-feira, (09/02). O tempo chuvoso na região de Campo Verde a Novo Progresso não prejudica a trafegabilidade.

Durante a tarde desta sexta-feira (09/02), o tráfego flui normalmente na BR-163/PA do trecho de Campo Verde (km 30) a Santa Luzia em seus dois sentidos (norte e sul). O tempo é chuvoso na região, no entanto, o fluxo de veículos não é prejudicado. Na localidade de Moraes de Almeida, o tempo permanece seco e a trafegabilidade é controlada por meio do Sistema Pare e Siga. Devido aos serviços executados na Serra de Moraes, apenas uma via encontra-se liberada. Por essa razão, há um tempo de retenção de 2 horas no trecho, com filas de espera de 1,7 km no sentido norte e de 1,1 km no sentido sul. Em Riozinho e em Novo Progresso, o fluxo de veículos encontra-se livre nos dois sentidos e não há fila de espera em nenhum dos segmentos, os quais apresentam clima seco.


A inspeção diária destes segmentos da rodovia, visando uma atuação preventiva ou emergencial, faz parte do conjunto de medidas definidas pelo DNIT para assegurar a trafegabilidade no trecho não pavimentado da BR-163/PA durante o inverno amazônico. Outras ações são o monitoramento e controle de tráfego, além de um sistema para divulgação de informações.


Durante esse monitoramento, o DNIT realiza operações de tráfego, suspendendo temporariamente a circulação de veículos, quando necessário. Depois que a trafegabilidade é retomada, os veículos são liberados. Os motoristas devem obedecer às orientações dos agentes de trânsito do DNIT.


A maior parte da BR-163 está pavimentada desde Mato Grosso até o Pará, restando poucos trechos em obras. Dos 710 quilômetros da BR-163/PA localizados entre a divisa com Mato Grosso até a entrada para o Porto de Miritituba, 620 quilômetros já foram pavimentados pelo DNIT, representando um investimento de R$ 1,37 bilhão do Governo federal. Os quase 90 quilômetros a serem asfaltados estão divididos em dois lotes de obras que estão em andamento. No período de chuvas intensas, devido à impossibilidade de executar o asfaltamento da pista, as obras concentram-se em serviços de manutenção, em que são realizadas ações de recomposição do revestimento primário da pista e obras de drenagem, além de colocação de rocha.


As condições de trafegabilidade da rodovia são atualizadas diariamente e podem ser conferidas no endereço www.br163pa.com


Obras na BR-163/PA:

· 710 km da divisa MT/PA até entrada de Miritituba:

o 620 km pavimentados

o 90 km em obras de pavimentação


09/02/2017

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/DNIT

  • Twitter - White Circle
  • Facebook - White Circle

© 2017 DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes