• DNIT

Boletim 24 Março | Manhã

Com clima instável na BR-163/PA, o tráfego flui normalmente na manhã deste sábado (24/3). Apenas em Moraes Almeida o tráfego está interditado nos dois sentidos devido às fortes chuvas.


Com tempo chuvoso na BR-163/PA, o tráfego flui normalmente em quase toda a rodovia na manhã deste sábado (24/03). No segmento de Campo Verde a Santa Luzia, o tempo está seco no Campo Verde e chuvoso em Santa Luzia, com trafegabilidade normal nos dois sentidos (norte e sul). Em Riozinho e Novo Progresso, o tempo apresenta-se chuvoso e também com trafegabilidade normal nos dois sentidos. Já em Moraes Almeida, o segmento está totalmente interditado devido às fortes chuvas, com bloqueio de caminhões na subida e descida da Serra de Moraes. Enquanto a chuva continuar, não há previsão de restabelecimento do tráfego. O tempo de restrição é de 20 minutos nos dois sentidos. Ainda nesta manhã, e com o intuito de melhorar a trafegabilidade da via, uma equipe do DNIT está realizando bloqueio na Serra de Moraes de cerca de 30 minutos para detonação na área da pedreira. As informações foram enviadas pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, que monitoram diariamente a rodovia no Estado do Pará, com apoio do Exército Brasileiro e da Polícia Rodoviária Federal – PRF.


Um total de mais de 220 homens, incluindo agentes de trânsito, servidores e colaboradores do DNIT, o efetivo do Exército e agentes da PRF foi mobilizado a partir de dezembro passado para garantir a trafegabilidade no trecho não asfaltado da BR-163/PA durante o período de chuvas, conhecido como inverno amazônico. A inspeção diária da rodovia, visando uma atuação preventiva ou emergencial, faz parte do conjunto de medidas definidas pelo DNIT. Outras ações são o monitoramento e controle de tráfego, além de um sistema para divulgação de informações. As condições de trafegabilidade da rodovia são atualizadas diariamente e podem ser conferidas no endereço www.br163pa.com. Estas ações envolvem mais de 40 veículos especiais e outros equipamentos, tais como pick ups, retroescavadeiras, containers, caminhões carroceria, caminhões tanque, tratores agrícolas, motoniveladoras, escavadeiras hidráulicas, cavalos mecânicos com reboque.


A maior parte da BR-163 está pavimentada desde Mato Grosso até o Pará, restando poucos trechos em obras. Dos 710 quilômetros da BR-163/PA localizados entre a divisa com Mato Grosso até a entrada para o Porto de Miritituba, 620 quilômetros já foram pavimentados pelo DNIT, representando um investimento de R$ 1,37 bilhão do Governo federal. Os quase 90 quilômetros a serem asfaltados estão divididos em dois lotes de obras que estão em andamento. No período de chuvas intensas, devido à impossibilidade de executar o asfaltamento da pista, as obras concentram-se em serviços de manutenção, em que são realizadas ações de recomposição do revestimento primário da pista e obras de drenagem, além de colocação de rocha.


Confira as obras na BR-163/PA:

· 710 km da divisa MT/PA até entrada de Miritituba:

- 620 km pavimentados

- cerca de 90 km em obras de pavimentação


24/03/2018

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/DNIT

  • Twitter - White Circle
  • Facebook - White Circle

© 2017 DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes